Novo Tratamento para Memória

Melhor remédio desse ano para a memória e concentração: Lectus. A perda de memória é um problema que afeta muitas pessoas, principalmente as mais velhas. É comum que a partir dos 30 anos as pessoas comecem a ter uma perda gradativa da memória, se esquecendo de coisas simples do dia a dia.

Mas quando acontece do esquecimento ser constante e frequente é hora de procurar um médico para avaliar se isso é uma doença mais grave. Nesse artigo vamos explicar as principais causas da perda de memória, como você pode evitar, como identificar a gravidade e os tratamentos recomendados. Continue lendo e confira tudo.

1. Causas da Perda de memória

Remédio para memória e concentração que trata essas causas: As causas para perda de memória são muitas, elas podem ser genéticas, causadas por doenças como hipotireoidismo, depressão, problemas de sono, ou doenças neurológicas como o Alzheimer.

Ao longo dos anos é comum que as funções cognitivas passem a funcionar menos, porém, quando a perda de memória passa a ser constante isso pode ser um sinal de algo mais sério está acontecendo. Uma boa notícia é que se diagnosticado com antecedência as causas da perda de memória podem ser revertidas e assim prevenir o esquecimento.

Porém, quando a causa  é de origem neurológica, como no caso do Alzheimer, ainda não existe cura, mas existem alguns exercícios e hábitos que ajudam a melhorar o poder de memorização e assim estimular a parte do cérebro responsável pela memória.

Perda de memória temporária

Outra causa de perda de memória, podem ser acidentes e traumas que a pessoa pode sofrer, que acabam afetando o seu sistema nervoso e fazem com que exista uma perda da memória temporária, parcial ou até mesmo total.

Nesses casos, o trauma e combinado com fatores que já poderiam causar uma perda da memória normalmente podem contribuir para que o processo de recuperação seja ainda mais lento. Por isso, que muitas pessoas acabam ficando longos anos sem se lembrar do passado após acidentes.

Outras causas de Perda de Memória

Como foi dito, alguns fatores que contribuem para a perda de memória podem ser evitados e por causa disso, você pode identificá-los e assim evitar esses esquecimentos contínuos.  Alguns hábitos que podem causar os esquecimentos e até mesmo acelerar processos de perda da memória são:

  • Alcoolismo;
  • Tabagismo;
  • Efeitos colaterais de medicamentos antidepressivos, relaxantes musculares, soníferos, tranquilizantes, medicamentos para dor, etc;
  • Situações de estresse;
  • Ansiedade;
  • Poucos momentos de sono e descanso;
  • Falta de vitaminas;
  • Problemas de saúde como AVC;
  • Doenças infecciosas.

2. Tratamentos para Perda de memória

Remédio natural para memória e concentração extremamente eficaz: Lectus. Primeiramente, é necessário procurar um especialista assim que os casos de esquecimento se tornem frequentes e mais sérios. Pois o quanto antes você busque por ajuda, mais fácil será de identificar a causa da perda de memória a assim conseguir encontrar uma solução.

Depois de identificar o problema existem diversos tipos de tratamentos e poucos deles envolvem o uso de medicamentos, pois para estimular a memória trata-se mais da questão de estimular o funcionamento do cérebro por exercícios mais práticos.

De maneira geral, o tratamento varia mais de acordo com o diagnóstico do paciente. Caso o motivo para os esquecimentos seja o uso de medicamentos, então é um caso fácil de ser resolvido trocando a medicação.

Outros medicamentos:

  • Aderall;
  • Aniracetam;
  • Donepezila;
  • Prozac;
  • Ritalina;
  • Modafinil;
  • Piracetam;
  • Selegilina.

Outros suplementos:

  • ActionPro;
  • Intelimax IQ;
  • Memorex;
  • Memoriol B6.

Remédio para Memória

Ou se o motivo da perda de memória é o cansaço, estresse e poucas horas de sono, então é preciso de adaptar melhor os seus horários para que consiga dormir melhor, além de incluir na rotina alguma atividade que lhe dê prazer e relaxe.

Remédio para Memória

Mesmo quando é a deficiência de vitaminas que causam o esquecimento, é mais aconselhado o uso de vitaminas suplementares, inserir alimentos ricos nesses nutrientes na alimentação do que medicamentos. Mas é claro, que em alguns casos o uso de remédios para a perda de memória é inevitável.

Acompanhamento médico para tratamento de perda de memória

Independente do motivo dos seus esquecimentos é necessário que se tenha um acompanhamento médico adequado com um neurologista que irá recomendar o melhor tratamento para a causa da sua perda de memória.

Remédio para Memória

Infelizmente o Alzheimer ainda não possui cura, mas o tratamento já é capaz de ajudar a melhorar a vida de quem o possui ajudando para que essas pessoas consigam se lembrar o máximo possível dos fatos de sua vida.

Remédio para Memória

Por causa disso, o acompanhamento profissional é indispensável, para avaliar a evolução do paciente e ver os resultados dos tratamentos empregados.

Exercícios para a perda de memória

A perda de memória pode ser contornada também de maneira natural, com exercícios diários que estimulam o cérebro a trabalhar e principalmente a memorizar. Comece com coisas simples e vá dificultando aos poucos, mas sempre busque por desafios que façam com que o seu cérebro tenha que memorizar ações, lugares ou objetos.

Orientações

Muitas pessoas escolhem por utilizar remédios e buscam alívio para os sintomas causados. Sempre procure a orientação de um profissional da saúde antes de utilizar qualquer tipo de medicamento ou suplemento.

Quantas Estrelas Vale Este Artigo?

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votes, average: 5,00 out of 5)

Loading...